Bem Vindos - Paz e Graça !

Bíblia - Palavra de Deus

A Deus toda Gloria...

Serie: Os 10 Mandamentos

Deus é Amor...

Estudos Bíblicos + Vídeos

» » » "Não dirás falso testemunho" - Os dez mandamentos


Rede Missionária Cristã 14:38:00 0

<< Série - Os Dez (10) Mandamentos >>

9º Mandamento

"...Não dirás falso testemunho contra o teu próximo..." Êxodo 20:16

╚══❘► Pedidos de Oração e Palavras de conforto <Clique Oração>

Nono mandamento - O falso testemunho

Sem duvida nenhuma o nono mandamento tem muito a ver com o controle e domínio da língua, uma tarefa muito importante mas extremamente difícil como bem escreveu Tiago, dizendo que nenhum homem pode domar a língua (Tiago 3). No entanto, Jesus nos esclarece que "...o que sai da boca, procede do coração, e é isso o que contamina o homem. Porque do coração procedem os maus pensamentos, mortes, adultérios, fornicação, furtos, falsos testemunhos e blasfêmias..." (Mateus 15:18-19). Logo a única forma de domar-se a língua é abrindo o coração para Jesus Cristo, que nele fará morada através do Espirito Santo, produzindo assim palavras de bençãos e não maldição, Porque "...o fruto do Espírito é: o amor, o gozo, a paz, a longanimidade, a benignidade, a bondade, a fidelidade. a mansidão, o domínio próprio; contra estas coisas não há lei (…) E se vivemos pelo Espírito, andemos também pelo Espírito. Não nos tornemos vangloriosos, provocando-nos uns aos outros, invejando-nos uns aos outros..." (Gálatas 5:22,25,26).

Infelizmente poucas pessoas percebem o poder destrutivo da língua humana. Por causa de uma palavra mal falada, lares foram estilhaçados, reputação abalada, vidas literalmente destruídas e até mesmo famílias inteiras arruinadas. Esse pequeno pedaço de músculo que fica na boca por trás de seus lábios e os dentes tem o fantástico poder de abençoar ou amaldiçoar, de curar ou ferir, de amar ou odiar. Tudo depende de como à usamos. "...Porque esta é a aliança que depois daqueles dias; Farei com a casa de Israel, diz o Senhor; Porei as minhas leis no seu entendimento, E em seu coração as escreverei; E eu lhes serei por Deus, E eles me serão por povo;..." (Hebreus 8:10).

Como lidar com o nosso próprio testemunho

Este mandamento, implicitamente lida também com nosso próprio testemunho no ambiente social e comunidade em que vivemos. Deus diz que não devemos nunca ser culpado de mentir sobre o nosso semelhante, causando-lhe sofrimento. Somos exortados a ser sempre sincero. "...A falsa testemunha não ficará impune; e o que profere mentiras perecerá..." (Provérbios 19:9). A reputação é um bem extremamente valioso, de acordo com a Bíblia, um bom nome, ou reputação, é muito mais valioso do que riquezas e ouro. (cf Pv 22:01). A reputação normalmente determina o nível de respeito que uma pessoa recebe; ninguém põe muita confiança em uma pessoa que tem a reputação de ser desonesta, enganadora, ou que tenha a fama de uma vida vergonhosa e pecaminosa.

Exatamente por este motivo nós como cristãos devemos fazer tudo o que está ao nosso alcance para nunca permitimos que nosso nome esteja associado com algo desrespeitoso e vergonhoso. Isto não somente irá prejudicar o nosso próprio nome, levando as pessoas a perder o respeito por nós, como também macular a imagem da igreja de Cristo na terra; Lembre-se que a vida do cristão deve ser como um farol de integridade e decência para os que estão em sua volta. Disse Jesus: "...Vós sois a luz do mundo; não se pode esconder uma cidade edificada sobre um monte; Nem se acende a candeia e se coloca debaixo do alqueire, mas no velador, e dá luz a todos que estão na casa. Assim resplandeça a vossa luz diante dos homens, para que vejam as vossas boas obras e glorifiquem a vosso Pai, que está nos céus..." (Mateus 5:14-16). Nossa reputação determinará o nível da respeito que receberemos; todo cristão para ser realmente respeitado como um cristão tem que dar um bom testemunho. O tipo de resposta que podemos esperar sempre será determinado pelo tipo de vida que os outros observam-nos viver! Ou seja: Sua própria reputação é valiosa. Portanto, guarde-a com muito zelo, e ore para que outros não levante falso testemunho sobre você. Sem duvida nenhuma você não pode ser responsável por aquilo que os outros falam sobre sua reputação, mas você é totalmente responsável por aquilo que fala sobre os outros. Tenha isso em mente.

Como lidar com a reputação do próximo

A reputação de uma pessoa pode ser facilmente vandalizada publicamente, e isto é uma coisa muito séria. Quando minamos a reputação de outra pessoa pelas palavras que falamos, somos culpados de causar danos indescritíveis na vida desta pessoa, e de destruir a respeitabilidade e credibilidade dela diante da sociedade em que ela vive, quer seja no trabalho, comunidade, congregação ou mudo secular.

Lembro-me de ler uma estoria, onde um jovem discípulo contrariado com seu mestre levantou diversos falsos testemunho contra ele causado-lhe grandes problemas. Anos depois ao saber que o velho mestre encontrava-se muito doente quase a morte, este jovem arrependido foi até ele para lhe suplicar o perdão dizendo que faria qualquer coisa para consertar o seu erro. O velho mestre gentilmente disse que aceitaria seu pedido de desculpas, mas pediu uma ultima tarefa ao jovem discípulo, dizendo-lhe que ele deveria pegar um saco cheio de penas e soutá-las do topo do edifício mais alto da cidade. Quando isso foi feito, o jovem voltou ao mestre que olhou para ele e disse: Agora vá e recolha cada uma dessas penas e traga até mim. O jovem exclamou: Isso é impossível! E o velho mestre, como uma ultima lição lhe disse: Da mesma forma que é impossível recolher as penas, é impossível que uma palavra proferida seja recolhida novamente.

As palavras de um falso testemunho pode e deve ser perdoada, mas nunca será esquecida por aqueles que foram tocadas por seu veneno! Dano irreversível pode ser feito para reputação de uma pessoa. Pessoas podem acabarem muito prejudicada por causa das mentiras de um tolo. É uma coisa triste um comportamento odioso a Deus e humilhante para os homens. Na verdade, Deus inclui abusos da língua como uma das coisas que ele mais odeia. "...Estas seis coisas o Senhor odeia, e a sétima a sua alma abomina: Olhos altivos, língua mentirosa, mãos que derramam sangue inocente, O coração que maquina pensamentos perversos, pés que se apressam a correr para o mal, A testemunha falsa que profere mentiras, e o que semeia contendas entre irmãos..." (Provérbios 6:16-19). Todo filho de Deus precisa procurar em seu próprio coração e determinar por cuja glória nós estamos usando nossa língua. Deus nos ajude a fazer a coisa certa!

Veja alguns tipos de falso testemunho

Como já foi dito o falso testemunho é um comportamento odioso a Deus e humilhante para os homens! Mas o triste é que existem várias maneiras em que as pessoas poderão ser culpadas de usar sua língua contra uma outra pessoa, ente as mais comuns estão:

Calúnia - define-se calunia como a comunicação de falsas declarações prejudiciais à reputação de uma pessoa, afirmação desonrosa a respeito de alguém, inclusive de mortos. Consiste em atribuir, falsamente, a alguém a responsabilidade pela prática de um fato determinado definido como crime, feita com má-fé. Pode ser feita verbalmente, de forma escrita, por representação gráfica ou internet. Somos culpados de calúnia quando intencionalmente mentimos sobre outra pessoa, em um esforço para prejudicar a sua reputação.

Mentira - "A declaração falsa deliberadamente apresentado como sendo verdade." Quer admitamos ou não, todos nós somos culpados de ter mentido alguma vez na vida. As estatísticas dizem que 92% das pessoas mentem para salvar a sua pele e 98% para evitar ofender alguém. Mas, sem duvida a pior mentira é quando dizemos coisas sobre outra pessoa sabendo que são falsas.

Crítica - Referimo-nos a declarações feitas sobre as ações de outros, na tentativa de ferir sua reputação. A crítica construtiva é uma coisa boa, mas a crítica destrutiva é perversa e abominável. (O urubu não vê nada além do que é podre e morto; ele não vê as flores e a grama verde; ele não contempla as coisas vivas ao seu redor. Seu foco é sobre o que está morto e estragado). Não viva como um urubu enxergando somente os defeitos dos outros. Uma senhora estava olhando pela janela, observando sua vizinha estendendo suas roupas no varal. Enquanto observava, ela comentou com um amigo: "Nosso vizinho não liga muito para a limpeza. Porque, basta olhar para as manchas em suas roupas. "Seu amigo respondeu:" Essas manchas são em sua janela, não nas roupas!"Às vezes, é o pecado em nosso próprio coração que nos faz enxergar o mal nos outros!

Fofocas e tagarelice - Esta é a prática de espalhar boatos e rumores sobre os outros. Pode ser que as vezes os rumores sejam verdadeiros. Mas, mesmo assim isto não nos dá o direito de destruir a reputação do outro. A fofoca é sempre um pecado!

Insinuação - Esta é a prática de insinuar que algo pode estar errado na vida do outro. Quando agimos assim somos culpados de fazer as pessoas duvidam da reputação de uma pessoa, somos culpados de pecado perante o Senhor. (Esta foi a tática que Satanás tentou usar contra Jó - Jó 1:11-12, 2:05.)

Bajulação - Normalmente, a bajulação é feita como uma tentativa de ganhar alguma coisa desse indivíduo. Lisonja mentirosa, está dizendo algo na frente de uma pessoa que nunca diria nas suas costas.

Exagero - Esse é um tipo de mentira muito comum. Consiste em esticar números, estatísticas, etc, para fazer as coisas parecerem melhores. Quando exageramos, estamos mentindo!

Omissão - Quando nós ouvimos uma mentira ser contada e nos calamos, somos culpados de omissão.

Estes e outros tipos de falsos testemunhos são muito usados no mundo capitalista e interesseiro de hoje. Inclusive muitas denominações e congregações estão em crise por causa de fofocas e de conversas insensatas. Deus vai lidar com os fofoqueiro e fofoqueiras. É uma coisa pecaminosa praticar qualquer um desses métodos em relação ao outro, somos culpados de pecado perante o Senhor! Portanto antes de soltar qualquer palavra ao vento devemos antes de tudo pensar no efeito que isto causará nos outros.

Diga somente palavras que sejam verdadeiras, que ajude e inspire as pessoas, diga somente o realmente for necessário. Se o que você tem a dizer não se enquadra em nenhuma dessas categorias, então é bastante seguro dizer que seria melhor não usar a sua língua para danos. Um bom hábito é o de não dizer nada sobre ninguém a menos que seja bom!

estudos+bíblicos+evangélicos

9º Mandamento
teologia online e teologia online gratis
Rede Missionária Cristã: Em busca da excelência espiritual.
Estudos bíblicos, Reflexões bíblicas, filmes gospel, teologia pastoral, bacharel em teologia, teologia on line, teologia gratis online, estudos bíblicos evangélicos... ═❘► Inscreva-se ☜═

«
Next
Postagem mais recente
»
Previous
Postagem mais antiga

Nenhum comentário

X

★★★ Cadastre-se Abaixo! ★★★