Bem Vindos - Paz e Graça !

Bíblia - Palavra de Deus

A Deus toda Gloria...

Serie: Os 10 Mandamentos

Deus é Amor...

Estudos Bíblicos + Vídeos

» » » Estudo e Leitura da Bíblia em Vídeos - Livro do Levítico Lepra física e espiritual e a sublime proteção de Deus..!


Rede Missionária Cristã 14:09:00 0

<< Série - Estudos da Bíblia online >>


╚══❘► Pedidos de Oração e Palavras de conforto <Clique Oração>

Lidando com a lepra física e espiritual

Este estudo bíblico assim como o anterior, prossegue ainda tratando dos aspecto cotidiano da vida, demonstrando o cuidado e proteção de Deus em todas as esferas da vida humana. No artigo e vídeo anterior vimos a preocupação de Deus para com o que seu povo comia. Vimos que havia alimentos puros e impuros, alimentos inofensivos e alimentos prejudiciais. Embora tendo uma aplicação no domínio físico em relação a quais tipos de animais os israelitas podiam ou não comer, entendemos que estas normas em sua essência eram para fins de saúde. Já nesta passagem, o assunto é sobre doenças contagiosas e sobre a prevenção dessas doenças.

Mas apesar de que o foco principal desta passagem bíblica esteja diretamente descrevendo a lepra, uma doença horrível que em muitos casos acabava por conduzir o doente à morte, e como a lepra é muitas vezes usado na Bíblia como referencia ao pecado em geral, subentende-se que para nos hoje o assunto trata de forma espiritual sobre a lepra do pecado. "...Porque o salário do pecado é a morte, mas o dom gratuito de Deus é a vida eterna, por Cristo Jesus nosso Senhor..." (Romanos 6:23). Ou seja para nos cristãos hoje, tudo isso tem a sua contrapartida em nossa própria vida espiritual. Esta passagem está nos falando de forma figurada sobre as aflições e doenças do espírito, as atitudes ofensivas que muitas vezes temos no dia a dia, os ressentimentos, sentimentos de raiva em nosso coração, etc. Estes e outros sentimentos quando desenvolvido em nosso coração pode ser tão perigoso quanto a lepra, e sem duvida também necessita de cura. Agora, diante deste assunto resta-nos somente uma pergunta: Deus realmente se preocupa com aqueles que ficam doentes? A resposta obvia é sim, e a prova disso são estas passagens de Levítico, como também através de Jesus Cristo no novo testamento que "...percorria toda a Galiléia, ensinando nas sinagogas e pregando o evangelho do reino, curando todas as enfermidades e moléstias entre o povo. E a sua fama correu por toda a Síria, e traziam-lhe todos os que padeciam, acometidos de várias enfermidades e tormentos, os endemoninhados, os lunáticos, e os paralíticos, e ele os curava..." (Mateus 4:23-24). Logo se Deus não se importasse, Ele não nos daria somente aqui mais de 100 versos em apenas dois capítulos sobre este tema, e outras centenas de referencias por toda a Bíblia Sagrada, como também a cura total através de Jesus Cristo no mundo vindouro. Deus se preocupa em proteger-nos do mundo pecaminoso e doente. Nesta e outras passagens Deus esta nos dizendo: "Eu te amo tanto, Eu quero protegê-lo contra este mundo pecaminoso e doente; Aqui, esta as instruções siga-as para sua própria proteção". Com tudo isso podemos facilmente dizer: "Ok, eu sei que a lepra é uma doença horrível, eu sei que muitas pessoas morreram por este motivo, mas eu não tenho lepra, nem ninguém que eu conheça. Por que então me preocupar? Porque eu deveria estudar este assunto? "

Lepra é um tipo de pecado?

A lepra era o flagelo do mundo antigo. Nada despertava mais medo, desprezo e repulsa do que a visão destes mortos-vivos. Isso era como um leproso era chamado, um homem morto andando, um zumbi como muitos o chamaria hoje. O cheiro de sua carne em decomposição anunciava sua chegada muito antes de que os restos esfarrapados de suas roupas serem vista, ou que sua voz embargada de vergonha e dor desse o brado obrigatório anunciando sua chegada gritando "Imundo! Imundo!". Mas certamente a Lepra em si mesma, não é um pecado, mas uma doença e um símbolo do que o pecado causa na vida do ser humano, em relação a Deus. Ou seja o nosso pecado causa repulsa a Deus, obrigando-nos a viver afastado de sua presença, vivendo na imundícia de nossos pecados e podridão de nossos atos contrario a instruções entregue por Ele.

Antes que Adão e Eva desobedecessem a Deus no Jardim do Éden, não havia doenças na terra, especialmente uma doença como a lepra muitas vezes fatal. A doença foi resultado da queda da humanidade em pecado, toda doença é um símbolo do pecado humano, trazendo com ele o sofrimento e morte (veja Romanos 5:12 e 1 Coríntios 15:21). A lepra era como um símbolo que Deus usou no Velho Testamento, para nos alerta de como se torna aquele que vive na pratica do pecado. Qualquer um quando contaminado pela lepra (simbolo do pecado), era automaticamente excluído do convívio social e exilado para viver fora do campo ou da cidade. (Números 5:1-3). Como tal fica o pecador, a pessoa leprosa era tratada como imunda, e enquanto tivesse acometido por este mal deveria viver isolada, fora do acampamento; simbolizando a situação do pecador perante Deus e seu reino. No caso da lepra, o isolamento exigido pela lei serviu como uma medida preventiva. Esta era uma doença altamente contagiosa através do contato pessoal e as proibições da lei ajudou a minimizá-la entre o povo. Claro que, para nós, o cumprimento da Lei é Cristo (Romanos 10:4).

Lepra! O simbolismo espiritual para o cristão

A lição espiritual que devemos como cristão absorver destas passagens do livro de levítico é que há dois tipos de lepra. Uma lepra física, aquela que nos podemos ver com os olhos, e a lepra do espírito, que mesmo que não podemos ver ela é muito mais mortal que a física. A prova do simbolismo espiritual começa quando Deus diz a Moisés que uma pessoa acometida por este mal deveria ser levado imediatamente perante o sacerdote (Levítico 13:02). Isso tem grande simbolismo espiritual. Ou seja, se esta doença fosse apenas uma doença física sem simbolismo ou mensagem alguma, por que então não levar a pessoa primeiro a um médico ao invés de levá-lo ao sumo sacerdote.

Note, que a lepra, bem como pecado, é uma doença da carne, assim quando este pecado ou doença acomete uma pessoa, o sacerdote o declarava imundo retirando-o do convívio social. Note também que o pecado é o simbolo da lepra espiritual e que para não aconteça que sejamos obrigados a ser afastados da comunhão espiritual com Deus, retirado para fora da cidade santa; primeiramente precisamos reconhecer nossos erros e sentir arrependimento por eles. É preciso ter um cuidado especial para não racionalizar ou criar justificativas para os pecados cometidos. Para ser eficaz, o primeiro passo deve ser um arrependimento de coração, bem como da mente. Em segundo lugar, é preciso renunciar ao delito. Isso significa deixar a pratica e distanciar completamente do coração e da mente. Em terceiro lugar, é a confissão diante de Deus e se necessário diante dos homens. Em quarto lugar, é a reconciliação, isso começa com o pedido de desculpas sincero e continua com o que for preciso para curar a mágoa. O quinto passo é fazer as pazes, tomando medidas concretas, se é uma compensação financeira, trabalho voluntário ou qualquer outra coisa. O passo final é não repetir a ofensa.

Precisamos se rebelar contra as forças que nos levam ao pecado e outras distorções na forma como vivemos no mundo para assim aproximar-se de Deus e viver em harmonia e paz. Não é fácil se olhar no espelho e ver a nossa própria lepra espiritual. Se você receber um vislumbre, não vire as costas com nojo ou vergonha. Lembre-se, a vida subjacente é um rio de amor e compaixão. Por mais difícil que possa ser para reconhecer o que temos feito e contemplar a fazer as pazes, Deus está torcendo por nossa volta, afim de sermos purificados, por inteiro e começar de novo daqui para frente sem olhar para trás. "...Portanto, se trouxeres a tua oferta ao altar, e aí te lembrares de que teu irmão tem alguma coisa contra ti, Deixa ali diante do altar a tua oferta, e vai reconciliar-te primeiro com teu irmão e, depois, vem e apresenta a tua oferta..." (Mateus 5:23-24). Nós não estaremos aptos para a comunhão com Deus, até examinarmos nosso coração se ele abrigar raiva, ódio, remorso, etc, contra qualquer pessoa. Devemos liberar o perdão. Efésios 4:26-27 diz: "...Irai-vos, e não pequeis: não se ponha o sol sobre a vossa ira, nem deis lugar ao diabo...", isto quer dizer que nós devemos ir praticar o perdão e a oração antes do por do sol.

Jesus Cristo! A cura para lepra espiritual

"...E aconteceu que, indo ele a Jerusalém, passou pelo meio de Samaria e da Galiléia; E, entrando numa certa aldeia, saíram-lhe ao encontro dez homens leprosos, os quais pararam de longe; E levantaram a voz, dizendo: Jesus, Mestre, tem misericórdia de nós..." (Lucas 17:11-13). Considerado como o pecado pode ser comparado a lepra espiritual comparando-a com a lepra falado no livro de Levítico, a pergunta agora é: Qual é a cura para a lepra espiritual? Já sabemos que assim como a lepra física tem suas características destrutivas, da mesma forma o pecado ou a lepra espiritual igualmente deteriora, debilita, destrói e contamina a alma do afetado por este mal, Jesus confrontou os estes dois tipos de lepra. Por exemplo: Certa vez Jesus estando a caminho de Jerusalém, deveria cruzar pelo meio de Samaria e da Galiléia e no caminho, ele foi recebido por 10 leprosos. Observe que esses homens agora não fizeram o que era prescrito pela lei de Moisés, gritando: "Imundo, imundo". Ao contrário, eles conhecendo o poder miraculoso de Cristo pararam ao longe e gritaram: "Jesus, Mestre, tem misericórdia de nós!" Eles não queriam simplesmente que Cristo lhes mandasse a um ritual de limpeza, eles queriam a cura. E a Bíblia declara que após Jesus mandar-lhes ir em seu caminho e apresentarem-se aos sacerdotes eles ficaram limpos.

Cristo curou esses homens, porém Ele lhes disse para ir aos sacerdotes no templo. Por alguma razão ao perceberem que foram curados só um voltou para agradecer a Jesus, mesmo Ele tendo lhe mandado apresentar-se aos sacerdotes como dizia a lei. Devemos lembrar que a lei de Deus é prescrito para apontar ao homem o caminho para Jesus Cristo. A lei não pode dar a cura da lepra espiritual, ao contrário, aponta para Aquele que por si só pode curar - Cristo. Assim, ele voltou e lhe agradeceu. Jesus, ao ver esse homem, disse, literalmente, no texto grego de Lucas 17:19 "Levanta-te e vai, a tua fé te salvou". Este homem recebeu de Cristo, não só a sua cura da lepra física mas foi curado também da lepra espiritual. Mas o que aconteceu que levou este homem a receber também de Cristo à cura da lepra espiritual? Deixe-me sugerir quatro elementos que estavam presentes neste episodio:

1. Este homem, sendo um samaritano, não poderia ir para os sacerdotes em Jerusalém. Logo ele procurou a única pessoa que poderia representá-lo, ou seja: Cristo. De acordo com Hebreus 5 e 7, Cristo é o nosso Sumo Sacerdote, segundo a ordem de Melquisedeque. Este homem não viu nenhum remédio na Lei, Ele fugiu para os braços da graça de Jesus Cristo.

2. Em Levítico, vemos que quando uma pessoa alcançava a cura, o sacerdote deveria oferecer um sacrifício e a aspersão do sangue. O sangue de um inocente deveria ser derramado em seu nome. Como crentes em Jesus, temos o sacrifício de seu próprio sangue derramado a cruz do calvário que recebemos pela graça mediante a fé em Cristo e em Sua obra redentora, ou seja o próprio Cristo também se entregou por aquele samaritano que fora curado. Todos os santos do Velho Testamento foram salvos crendo na promessa de Deus apontando para a cruz, ao passo que nós somos salvos em Jesus Cristo.

3. Jesus disse ao homem que o resultado de sua fé, o curou. Assim, este homem foi pronunciado limpo, puro, inocente aos olhos de Deus. Isto é o que chamamos de "justificação pela fé". Cristo judicialmente declarou este homem limpo. Para cada filho de Deus na fé salvadora, a declaração divina de Deus de inocência do pecador ocorre no momento em que o pecador se arrepende e crê em Cristo.

Na cruz, Cristo tomou sobre si mesmo a nossa lepra espiritual. Apesar de nunca ter pecado, a ele foi "creditada" ou ", declarou o nosso pecado. Quando pela graça mediante a fé cremos em Jesus Cristo, embora seja claro que somos pecadores, o sacrifício de Cristo foi "creditada" a nos. declarado-nos "justo" devido à justiça de Cristo. Assim, um leproso espiritual é declarado "limpo", como resultado da aplicação do sangue pelo Sumo e Eterno Sacerdote.

4. Persistir para viver para Deus - Jesus disse a este homem para ele "levantar-se e ir". Assim também todos os ex-leprosos espirituais não deve ter o desejo de permanecer no estado de leproso neste mundo. Nos como cristãos, muitas veze seremos tentados a voltar a ser como eramos antes, não percebendo o valor grandioso da cura espiritual. Mas agora nos temos liberdade de não só andar em comunhão com Deus, mas também do pleno acesso ao Pai. 

Em Jesus Cristo, o santo de Deus é nos dado o poder e privilégio de viver a caminhada cristã. É nosso dever ir e dizer a um mundo cheio de leprosos espirituais, que eles também podem ser curados de sua situação. "Portanto: Ide!.." (Mateus 28:19).

ler biblia, Estudo e Leitura da Bíblia em Vídeos,estudos sobre a bíblia,biblia comprar,pesquisa sobre a biblia,pesquisa da biblia,a biblia evangelica,de biblia,pesquisa biblia,biblia geneses,pesquisar a biblia,bíblia livros,biblia o livro,livros bíblia,biblia livro,historia da biblia livro,livro bíblia,os livro da biblia,dicionario biblico,apocalipse biblico,cursos biblicos,esbocos biblicos,esbolços biblicos,livro biblicos,esborços biblicos,esbosos biblicos,livros biblicos online,pesquisa biblica,teologia biblica,introduçao biblica,pesquisa biblicas,leitura biblica em 1 ano,leitura biblica para hoje

assista-filmes-online-filmes-gospel-online
Rede Missionária Cristã: Em busca da excelência espiritual.
Estudos bíblicos, Reflexões bíblicas, filmes gospel, teologia pastoral, bacharel em teologia, teologia on line, teologia gratis online, estudos bíblicos evangélicos... ═❘► Inscreva-se ☜═

anterior inicio proxima Image Map



«
Next
Postagem mais recente
»
Previous
Postagem mais antiga

Nenhum comentário

X

★★★ Cadastre-se Abaixo! ★★★